desabafosbipolares@hotmail.com

8 de janeiro de 2015

Acordei ! Saindo de um ano inteiro de depressão



Nossa, amo meus pais, mas estar com eles é estar ao lado de todos familiares que me fazem mal. Lógico que tem alguns me sinto super bem perto. Este dias que estou me dando um tempo de sossego, de não ter que ir ficar com meu pai todos os dias, porque agora minha mãe está de férias e eles contrataram empregada, estou podendo cuidar de mim e ficar longe das manipulações, chatices e raivas que os familiares me fizeram passar este ano.
Quando se está dentro da dinâmica doentia da família não percebemos os padrões, os condicionamentos. Temos que nos afastar e ficar em estado de testemunha para perceber
O silêncio do meu lar é delicioso. Meu filho é maravilhoso e a namorada dele também. Pude dormir muito, “gritar” para me ouvir.  Fiz muita introspecção e percebi muitas coisas que agora consigo mudar, padrões familiares que preciso romper. Respirei, acordei.

Voltei a sair, depois de 1 ano me escondendo. Mas isto porque desta vez não senti culpa por fazer o que eu sentia vontade, sem me preocupar com julgamentos. Sabe, tenho o hábito conversar muito com quem sofre o mesmo que eu e vejo que somos muitos, mas muitos mesmo que não gostam do mês de dezembro, que participam das festas porque os parentes enchem o saco, que precisam de descanso solitário. Se a família não respeita? Morda o cotovelo, não estou mais nem aí.

Sou assim. _Me ama? _ Me respeita. Porque artistas podem fazer isto e as pessoas acham lindo? Sou a artista principal da minha vida. Eu e meu filho rimos muito, nos respeitamos e somos felizes. Assisti muitos filmes, chorei, ri, apertei meus bichos como a felícia, comi, dormi muito estes dias.

Ai que alívio... estou conseguindo sair, quero voltar a trabalhar este ano e não precisar de nem um dia de atestado. Quero sair toda semana, nem que seja para tomar um cafezinho na cafeteria linda que tem perto da minha casa. Quero voltar fazer caminhada. E não são promessas de ano novo.

Te amo Bupropiona, enfim acertamos a dose e voltei a viver.  Rsrsrs Não posso negar que a meditação ajudou muito. Mas nem meditar eu estava conseguindo direito ano passado.


Acordei, quero voltar a viver!!!!




.

Nenhum comentário:

Postar um comentário